O trabalho feminino na CBN-Bahia foi iniciado pela irmã Mirian Amorim de Araújo, em 1983, com o nome de SEF – Sociedade Evangelizadora Feminina, com o Tema: “Agindo na Força do Senhor” e a divisa: “Não por força ou por violência, mas pelo meu Espírito” (Zc. 4.6b), e hino oficial: “Os que confiam”, n° 451 do CC.

A SEF era formada pela SES (Sociedade Evangelizadora de Senhoras), SEM (Sociedade Evangelizadora de Moças), SER (Sociedade Evangelizadora do Reino) e SEC (Sociedade Evangelizadora de Crianças).

A irmã Mirian era membro da IBMI, em Salvador, onde seu esposo, líder da Renovação Espiritual, Rosivaldo de Araújo era pastor. Com dedicação esta pioneira do trabalho feminino plantou esta semente em muitas igrejas da convenção, levando a dinâmica para o trabalho feminino.

Irmã Mirian contou com a colaboração das irmãs Ana Garcia, Jacy Santos, Meire Ramos e outras. Na dinâmica da igreja local a SEF tinha os Grupos de Sociabilidade, Ação Social, Evangelismo e Missões, Edificação da Família, Grupo de Intercessão, Rol de Bebês etc. Organizou com sua equipe, em 1986, o primeiro Confeban-BA – Congresso Feminino Batista Nacional, em Salvador.

Na época publicou a Revista Luz Missionária na Bahia. A irmã Mirian foi a redatora desta revista que contava com estudos missionários, doutrinários e evangelísticos de vários colaboradores como: Joselina Nascimento, Esmeralda Campelo Vilela, Derly Gomes de Souza, Rosivaldo Araújo e a própria Mirian. Em seu último livro: “Ninguém Detém! É Obra Santa”, o pastor Rosivaldo Araújo relata o trabalho da esposa, destacando as atividades no estado.

Um texto do livro diz: “A pessoa a quem não posso deixar de me referir é a minha esposa, Miriam Amorim de Araújo, formada em Educação Religiosa, pelo Seminário Batista do Norte. No início da CBN eu a convidei para a Secretaria do trabalho feminino da CBN. Ela realizou trabalho primoroso, chamando-o de SEF (Sociedade Evangelizadora Feminina). Criou também uma revista que se chamou Luz Missionária e que perdura até hoje como órgão oficial do trabalho feminino da CBN da qual ela foi redatora por 20 anos. Ela foi muito dinâmica. Organizou o trabalho feminino na Bahia ao lado das irmãs Loide Vaz, Vivian Nascimento, Dra Rosário, Ana Garcia e outras”.

Luz Missionária enriqueceu o trabalho das mulheres. Muitos foram os frutos para as igrejas e a CBN. Foi árvore frondosa do ministério feminino, plantado com sacrifício, dedicação e ardor pela pioneira Miriam e equipe. A ela todo carinho e reconhecimento.

UEFBN-BA continua o serviço ao Senhor, avançando sempre, trabalhando dia a dia. Como no início, segue agindo na força do Eterno! Ebenezer!!!

Mais tarde Neide Diniz secretária Executiva Nacional, sob a presidência de Ir. Élia Tognine (esposa do Pr. Enéas Tognine) retoma e assume a redação da revista. Trazendo grandiosa colaboração através de artigos e matérias edificantes. Neide Diniz visitou todo o Brasil para fortalecer o ministério feminino.

Na Bahia, Neide capacitou lideranças deixando contribuição para a diretoria Estadual (92), presidida pela irmã Rose Andrade (esposa do Pr. Luiz Andrade), que se considera com muita alegria sua discípula neste ministério.

Também a irmã Vastir Bonfim (esposa do Pr. Gilmar Bonfim) presidiu a diretoria quando Rose assumiu a secretaria executiva. A SEF neste ínterim muda a nível nacional e surge a UEFBN, onde o efetivo feminino faz parte da mesma organização. Neide Diniz, mentora da nova estrutura, trouxe incentivo na implantação na Bahia e demais estados. Organizou o treinamento nacional para líderes de UEFBN dos Estados em Brasília, onde a presidente da Bahia, Rose Andrade participou, o que a ajudou muito a erguer o ministério feminino no estado.

UEFBN-BA organiza mais cinco Confebans, do 2º ao 6º. Estes congressos visavam congraçamento, unidade e fortalecimento das mulheres. Foram realizados em Feira (94), Conquista (96), Itabuna (98), Sto. Antônio de Jesus (00) e Salvador(02). Trouxe momentos marcantes para as participantes, fortalecendo a CBN.

Intercalando aos congressos muitos encontros de intercessão aconteceram. A irmã Jucy (esposa do Pr. Lins, de Alagoinhas) foi destaque no ministério de intercessão, dinamizando a UEFBN como membro da diretoria estadual por muitos anos. Também nas regionais, confebans, treinamentos e retiros, aconteceram em UEFBNs das Regionais Eclesiásticas.

Presidiu a UEFBN-BA de 2002 a 05, a irmã Lúcia Ferreira (esposa do Pr. Raimundo Ferreira). Mulher de garra, dedicada ao ministério com mulheres. A partir do ano 2005 na Assembleia Convencional em Jacobina, a CBN-BA muda a estrutura de seus departamentos, destituindo a União Feminina e União Masculina e colocando a nível estadual, sob a direção do Departamento da Família (DEFAM), o trabalho com mulheres e com homens. Pr. José Carlos Oliveira e irmã Eliana, sua esposa, presidem o DEFAM e prestam sua contribuição para o ministério feminino na Bahia, realizando, treinamentos, congresso da família, reuniões etc, bem como fazendo uma ligação importante com a atual líder de UEFBN no Brasil, irmã Vera, que visitou o trabalho feminino em muitos momentos, contribuindo para o crescimento deste ministério.

 

Em 2011, na Assembleia da CBN-BA, em Paulo Afonso, o trabalho retorna sob a direção de sua própria diretoria, ou seja, UEFBN. O mesmo aconteceu com os homens; e o DEFAM dirige as famílias na CBN-BA.

Nesta assembleia foi eleita diretoria do biênio 2012-13: presidente Rita de Cassia Bilitário dos Santos (esposa do diácono Brás); 1ª Vice, Cleonice Arcanjo da Silva (esposa do Pr. Antônio Cesar Gonçalves da Silva); 2ª Vice, Lenilda Nunes Coriolano Guimarães (esposa do Pr. Izirlei Vieira Guimarães), Conseleira, Maria do Rosário Rebouças de Andrade, (esposa do pr. Luiz Carlos de Andrade)

Esta gestão alcançou nove Regionais Eclesiásticas da CBN com treinamentos, visitas de organizações de diretorias regionais, viajando de norte a sul da Bahia. Também realizou em setembro de 2013 o primeiro Encontro de Líderes Regionais da UEFBN.

O trabalho culmina na 40ª Assembleia da CBN, em Vitória da Conquista, com o lançamento da revista SERVA do Ministério Feminino da CBN–BA.

Seguindo o exemplo das pioneiras, a atual diretoria, composta por: Presidente, Lenilda Nunes Coriolano Guimarães, 1ª vice, Rita de Cássia Bilitário dos Santos, 2ª vice, Cleonice Arcanjo da Silva e secretária, Silvana das Mercês Novais, conselheira, Maria do Rosário de Rebouças Andrade, traz com o favor de Deus e apoio do presidente da CBN, Pr. Valter Barros Cunha Filho e equipe, este veiculo de comunicação para os ministérios feminino e edificação para todas as mulheres Batistas Nacionais da Bahia.

É tempo de avanço e regresso. Avanço porque aquele que começou este trabalho no meio das mulheres Batistas Nacionais da Bahia vai conclui-lo até o dia de Cristo. E regresso porque somos parte desta história iniciada por Miriam Amorim de Araújo e outras a quem devemos nos espelhar.

Para finalizar, há o conhecido slogan dos batistas nacionais “Ninguém Detém é Obra Santa”, de autoria do esposo de Mirian.

UEFBN-BA, também é Obra Santa das santas mulheres que seguem a história já escrita pelo Senhor, que na sua graça escolhe pessoas falíveis como vaso afim de que a excelência da Glória se manifeste.

Eterna gratidão ao Maravilhoso Senhor, a Mirian, às lideres de todos os tempos, cooperadoras na edificação de mulheres e sustentadoras da CBN–BA.

Miriam plantou e muitas vêm regando. Deus que é fiel tem dado o crescimento.